Prefeito de aldeia na Sardenha pede que turistas ignorem Google Maps

Sistema de visualização de mapas do Google está levando muitos visitantes a se perderem na região, afirma Salvatore Corrias

Baunei, na Sardenha: vários visitantes se perdem na região montanhosa perto da costa leste da ilha. Crédito: Yesuitus2001/Wikimedia

Salvatore Corrias, prefeito de Baunei, comuna (o equivalente a município) na ilha italiana da Sardenha, planeja acabar com o uso do Google Maps por turistas em sua região, porque os visitantes se perdem nas estradas nas montanhas, informou o jornal inglês “The Guardian”. Corrias recomenda que os visitantes da área, num trecho montanhoso da província de Ogliastra, usem mapas tradicionais impressos. Segundo ele, “muitos” turistas tiveram de ser resgatados após se perderem na região.

Não são apenas motoristas que, em busca do litoral paradisíaco da costa leste da ilha, ficam sem orientação nas estradas difíceis da cordilheira de Supramonte. Andarilhos também enfrentam problemas por lá. Em 2018, o corpo de bombeiros e a equipe de resgate nas montanhas foram chamados 144 vezes para salvar turistas perdidos.

“O que acontece é que as pessoas não estão acostumadas com as estradas de terra da região e, portanto, confiam no Google Maps”, disse Corrias ao “Guardian”. “Mas, depois de um tempo, elas percebem que não estão no caminho certo e, portanto, temos de ir e resgatá-las. Tivemos muitos casos, especialmente nos últimos anos. Infelizmente, o Google Maps não leva as pessoas aos lugares a que elas querem ir.”

LEIA TAMBÉM: Turistas podem ser presos por tentar levar areia de praia da Sardenha

A polícia local colocou na área placas de sinalização com os dizeres: “Não siga as instruções sugeridas pelo Google Maps”. Corrias também intensificará uma campanha de informações nas mídias sociais, fornecendo às pessoas mapas em papel.

Bom senso

“Isso se tornou um problema real. Não é possível proibirmos o uso, portanto, este é um aviso: não use o Google Maps, pois você ficará em um local pouco conhecido. Requer apenas um pouco de bom senso.”

O prefeito aconselhou os visitantes a verificarem as direções antes de partirem para uma viagem de carro ou caminhada na área. Também informou ao Google que suas indicações levavam os visitantes a estradas “improváveis”.

Um porta-voz do Google declarou: “Estamos cientes de um problema na Sardenha, onde o Google Maps está encaminhando alguns motoristas por estradas que podem ser difíceis de navegar devido ao seu terreno. Atualmente, estamos investigando maneiras de alertar melhor os motoristas sobre esses tipos de estradas.”