Programa Mundial de Alimentos da ONU leva o Nobel da Paz

Prêmio foi concedido por combate à fome e atuação em áreas de conflito

Alimentos destinados pelo programa à Libéria durante guerra civil no país são desembarcados em Monróvia, em 2003: entidade ajuda quase 100 milhões de pessoas em 88 países a cada ano. Crédito: 26th MEU(SOC) PAO (U.S. Marines)/Wikimedia

O Programa Mundial de Alimentos da Organização das Nações Unidas (ONU) conquistou o Prêmio Nobel da Paz nesta sexta-feira (9) por seus esforços para combater a fome e melhorar as condições para a paz em áreas atingidas por conflitos.

A entidade, sediada em Roma, afirma que ajuda 97 milhões de pessoas em cerca de 88 países todos os anos. Ela acrescenta que uma em cada nove pessoas no mundo ainda não tem o suficiente para comer.

“A necessidade de solidariedade internacional e cooperação multilateral é mais notável do que nunca”, disse a presidente do Comitê Norueguês do Nobel, Berit Reiss-Andersen, em entrevista coletiva.

LEIA TAMBÉM: A história do dr. Denis Mukwege bem antes do Nobel da Paz

O prêmio é de 10 milhões de coroas suecas, ou cerca de US$ 1,1 milhão. Ele será entregue em Oslo no dia 10 de dezembro.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança