Projeto troca óleo usado por sabão biodegradável

Iniciativa da Ultragaz, Bunge e Instituto Triângulo acontece em cindo estados e já recolheu mais de 900 mil litros de óleo de cozinha

Coleta de óleo usado: mais de 900 mil litros em quatro anos (Foto: Divulgação)

O projeto “Junte Óleo: Ultragaz Coleta, Soya Recicla”, parceria desde 2014 entre a Ultragaz, a Bunge e o Instituto Triângulo, fechou seu quarto ano contabilizando o recolhimento de mais de 900 mil litros de óleo de cozinha.

A iniciativa conta com mais de 400 revendas parceiras na coleta, que destina o material descartado pelos consumidores para a produção de sabão biodegradável e biodiesel. A campanha já está estabelecida em São Paulo, no Ceará, na Bahia, no Rio Grande do Sul e em Minas Gerais.

A cada dois litros de óleo de cozinha utilizados e entregues nos caminhões da Ultragaz que circulam pelas ruas de cidades desses estados, o usuário recebe duas barras de sabão biodegradável produzidas com parte do que é coletado. O restante é transformado em biodiesel.

Se você não conhecia esse projeto, fique atento para fazer a troca. Os caminhões que podem receber as doações possuem faixas indicativas referentes ao projeto. O objetivo da ação é estimular continuamente a conscientização sobre o descarte dessa substância. Se a substância é jogada no ralo da pia, pode causar um imenso impacto negativo no meio ambiente: cada litro de óleo de cozinha pode contaminar até 20 mil litros de água!

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua