Qual é a melhor idade para se casar? Ciência responde

Se você perguntar a amigos, familiares ou a um estranho quando é o melhor momento para se casar, receberá uma variedade de respostas, que vão de “agora” a “nunca”.

Mas o que a ciência tem a dizer sobre isso? Um estudo focado no casamento de 2015 está circulando online novamente, então, juntamos três análises sobre a idade ideal para ficar juntinho “até que a morte os separe”.

Liderado pelo Instituto de Estudos da Família (IFS) da Universidade de Utah, uma análise cuidadosa das taxas de casamento e divórcio nos Estados Unidos – quando se trata do primeiro casamento – revelou que aqueles que se casaram aos 20 anos tinham menos probabilidade de se divorciar.

O casamento adolescente tem o maior risco de divórcio, o que não é surpreendente; o estigma social, a desaprovação dos pais e as personalidades em evolução drástica costumam desencadear um rompimento rápido e separação.

E, em média, a taxa de divórcio cai ligeiramente para os casais que estão em torno dos 40 anos.

Entre 2006 e 2010, as coisas mudaram um pouco. Embora a chance de divórcio na adolescência permanecesse o mais alto, o risco ficou menor para pessoas na faixa dos 20 ou 30 anos. E, então, curiosamente, desse ponto em diante, aumenta para quase se igualar ao risco do adolescente na fase dos anos 40.

De acordo com os pesquisadores da IFS, ao controlar o sexo, raça, estrutura familiar, idade, educação, tradição religiosa e história sexual dos entrevistados, a tendência de aumento do risco após os 30 anos persiste. Na verdade, depois dos 32 anos, as chances de divórcio aumentam 5% ao ano coforme a idade do casamento.

Embora algumas ideias tenham sido apresentadas para explicar essa mudança recente, os autores sugerem que “os tipos de pessoas que esperam até os trinta para se casar podem ser os tipos de pessoas que não estão predispostas a ter um bom casamento”.

Já um pesquisador da Universidade de Maryland, usando uma pesquisa exclusivamente feminina, sugeriu que a melhor idade para se casar, em relação ao baixo risco de divórcio, era de 45 a 49 anos – extremamente tarde para os padrões da maioria das pessoas.

Isso gerou uma certa troca de ideias entre as duas universidades. Phillip Cohen, de Maryland, diz que o estudo de 2015 de Nick Wolfinger e Brad Wilcox, de Utah, não revela muito sobre a análise de dados deles e não leva em consideração a duração do casamento, uma medida-chave do sucesso de um casamento.

Wolfinger respondeu publicando mais dados sobre seu próprio trabalho. Ele também apontou que Cohen incluiu apenas divórcios recentes, não os mais velhos, o que significa que ele perdeu uma grande quantidade de divórcios em sua análise.

Então, quem está mais certo? Bem, uma terceira análise feita por um jornalista e um cientista cognitivo sugeriu que a idade ideal é de fato 26 anos. Baseia-se na “regra dos 37 por cento”. De acordo com a teoria matemática, o melhor momento para tomar decisões sobre qualquer coisa quando você tem informações limitadas, é quando você já conheceu 37 por cento das opções.

Portanto, se você namorou pessoas com idades entre 18 e 40 anos, deve esperar até 37% do seu namoro para ter “dados” suficientes para escolher seu parceiro ideal. Isso é 26 anos de idade.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança