• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Anuncie
Assine
Revista Planeta
MenuMenu
FECHAR
  • Home
  • Astronomia
  • Arqueologia
  • Ciência
  • Viagem
  • Espiritualidade
  • Siga-nos:Facebook
Ciência07/07/2022

Quantas eras glaciais a Terra teve? E os humanos poderiam viver em uma?

Durante muito tempo, camadas de gelo como estas na Groenlândia recobriram boa parte da superfície da Terra. Crédito: Makri27/Pixabay

07/07/22 - 10h46min

Em primeiro lugar, o que é uma era glacial? É quando a Terra tem temperaturas frias por muito tempo – milhões a dezenas de milhões de anos – que levam a camadas de gelo e geleiras que cobrem grandes áreas de sua superfície.

Sabemos que a Terra teve pelo menos cinco grandes eras glaciais. A primeira aconteceu há cerca de 2 bilhões de anos e durou cerca de 300 milhões de anos. A mais recente começou há cerca de 2,6 milhões de anos e, de fato, ainda estamos tecnicamente nela.

Então, por que a Terra não está coberta de gelo agora? É porque estamos em um período conhecido como “interglacial”. Em uma era glacial, as temperaturas flutuarão entre níveis mais frios e mais quentes. As camadas de gelo e geleiras derretem durante as fases mais quentes, chamadas interglaciais, e se expandem durante as fases mais frias, chamadas glaciais.

Neste momento, estamos no período interglacial quente da era glacial mais recente, que começou há cerca de 11 mil anos.

O clima da Terra passa por ciclos de aquecimento e resfriamento que são influenciados por gases em sua atmosfera e variações em sua órbita ao redor do Sol

Como era durante a era do gelo?

Quando a maioria das pessoas fala sobre a “era do gelo”, geralmente se refere ao último período glacial, que começou há cerca de 115 mil anos e terminou há cerca de 11 mil anos com o início do atual período interglacial.

Durante esse tempo, o planeta era muito mais frio do que é agora. No seu auge, quando as camadas de gelo cobriam a maior parte da América do Norte, a temperatura média global era de cerca de 8 graus Celsius. Isso é 6 graus Celsius mais frio do que a média anual global hoje.

Essa diferença pode não parecer muito, mas resultou na maior parte da América do Norte e da Eurásia coberta por camadas de gelo. A Terra também era muito mais seca e o nível do mar muito mais baixo, já que a maior parte da água da Terra estava presa nas camadas de gelo. Estepes, ou planícies gramadas secas, eram comuns. Assim como as savanas, ou planícies relvadas mais quentes, e os desertos.

Muitos animais presentes durante a era do gelo seriam familiares, incluindo ursos-marrons, caribus e lobos. Mas também havia megafauna que foi extinta no final da era glacial, como mamutes, mastodontes, tigres-dentes-de-sabre e preguiças gigantes.

Existem diferentes ideias sobre por que esses animais foram extintos. Uma é que os humanos os caçaram até a extinção quando entraram em contato com a megafauna.

Escavação de um esqueleto de mastodonte no Campo de Golfe Burning Tree em Heath (Ohio, EUA) em dezembro de 1989. O esqueleto, encontrado por trabalhadores que estavam cavando um lago, estava de 90% a 95% completo e tinha mais de 11 mil anos. Crédito: James St. John/Flickr, CC BY

Havia humanos durante a era do gelo?

Sim, pessoas como nós viveram na era do gelo. Desde que nossa espécie, Homo sapiens, surgiu há cerca de 300 mil anos na África, nós nos espalhamos pelo mundo.

Durante a era glacial, algumas populações permaneceram na África e não experimentaram todos os efeitos do frio. Outras se mudaram para outras partes do mundo, incluindo os ambientes frios e glaciais da Europa.

E elas não estavam sozinhas. No início da era glacial, havia outras espécies de hominídeos – um grupo que inclui nossos ancestrais imediatos e nossos parentes mais próximos – em toda a Eurásia, como os neandertais na Europa e os misteriosos denisovanos na Ásia. Ambos os grupos parecem ter sido extintos antes do final da era glacial.

Há muitas ideias sobre como nossa espécie sobreviveu à era do gelo quando nossos primos hominídeos não sobreviveram. Alguns pensam que tem a ver com o quão adaptáveis ​​somos e como usamos nossas habilidades e ferramentas sociais e de comunicação. E parece que os humanos não se acomodaram durante a era do gelo. Em vez disso, eles se mudaram para novas áreas.

Por muito tempo pensou-se que os humanos não entraram na América do Norte até que as camadas de gelo começassem a derreter. Mas pegadas fossilizadas encontradas no Parque Nacional White Sands, no Novo México (EUA), mostram que os humanos estão na América do Norte desde pelo menos 23 mil anos atrás – perto do pico da última era glacial.

* Denise Su é professora associada na Universidade Estadual do Arizona (EUA).

** Este artigo foi republicado do site The Conversation sob uma licença Creative Commons. Leia o artigo original aqui.

Saiba mais

+ CPF do remetente deverá constar nas encomendas enviadas pelos Correios
+ Por que Saturno é tão temido?
+ Astrônomos chegam a consenso sobre a idade do universo
+ Fã ‘faz diagnóstico’ de hérnia em Rafa Kalimann, que confirma
+ Corpo de responsável por câmeras de clube onde petista foi assassinado é encontrado no Paraná
+ Por que Saturno é tão temido?
+ Veja objetos, símbolos e amuletos que atraem riqueza
+ Anitta conta o que a levou a fazer tatuagem no ânus
+ Ancestral humano desconhecido deixou pegadas estranhas na África


denisovano