Segredo da pontualidade do gêiser Velho Fiel é desvendado

Distância em relação aos outros gêiseres de Yellowstone ajuda a explicar a regularidade das erupções. Foto: Parque Nacional de Yellowstone

A cada 90 minutos, aproximadamente, o icônico Velho Fiel (Old Faithful, em inglês), gêiser situado no Parque Nacional de Yellowstone (Wyoming, EUA) lança uma nuvem de água fervente a 40 metros de altura. Nos tempos vitorianos, as pessoas costumavam colocar suas roupas nela, e descobriram que as camisetas de algodão sobreviviam à lavagem de alta pressão. Os tecidos de lã, porém, ficavam rasgados em pedaços.

A origem da notória pontualidade do Velho Fiel ainda é pouco estudada. Um artigo de cientistas da Universidade de Utah publicado recentemente na revista “Geophysical Research Letters” e abordado no jornal “The Guardian” lança mais luz sobre o tema. Ele é resultado da análise de dados de uma vasta rede de sismógrafos instalados em 2016 em volta do gêiser que acompanharam dois dias (25 erupções) de sua atividade.

Segundo os pesquisadores, um tremor (provavelmente causado por condensação de vapor quente em líquido) desce rapidamente para cerca de 80 metros após cada erupção, e então novamente sobe, aos poucos, para cerca de 20 metros, antes de o jato de água voltar a irromper. Uma câmara que retém bolhas situada a cerca de 20 metros de profundidade parece desencadear a erupção. A distância entre o Velho Fiel e outros gêiseres reduz a interferência externa nesse padrão, o que explica por que os intervalos entre suas erupções continuam tão regulares.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança