Segredos de um exoplaneta na órbita de uma estrela anã vermelha

O “frio” planeta TOI-1231b, a cerca de 90 anos-luz, está em uma posição privilegiada para que sua atmosfera seja investigada cuidadosamente pelos cientistas terrestres

TOI-1231b: exoplaneta em ótimas condições para investigação de sua atmosfera. Crédito: Nasa/JPL-Caltech

O exoplaneta TOI-1231 b orbita uma estrela anã vermelha localizada a cerca de 90 anos-luz de distância da Terra. Ele é, estranhamente, uma reminiscência de nosso Netuno – isto é, um mundo gasoso com uma atmosfera potencialmente rica, pronta para estudo.

O planeta tem mais de 3,5 vezes o tamanho da Terra e é quente para os padrões terrestres, a 57 graus Celsius. Mas os astrônomos dizem que é um dos planetas mais “frios”, comparativamente pequenos, conhecidos até hoje. Além disso, ele está em uma posição privilegiada para que os componentes de sua atmosfera sejam examinados separadamente por telescópios espaciais.

As estrelas anãs vermelhas são menores, mas têm vida mais longa do que nosso Sol – com um ano, uma vez ao redor da estrela, que dura 24 dias. Mas o planeta permanece relativamente frio, apesar de sua órbita próxima, porque sua estrela também está no lado mais frio.

‘Código de barras’

Embora não seja habitável devido ao seu tamanho, o planeta poderia oferecer aos cientistas uma de suas primeiras chances de capturar uma leitura do tipo “código de barras” da atmosfera de um exoplaneta temperado do tamanho de Netuno – um planeta orbitando outra estrela. Isso permitirá comparações com mundos semelhantes em outras partes da galáxia, trazendo conhecimentos potencialmente profundos sobre a composição e formação de exoplanetas e sistemas planetários, incluindo o nosso.

Usando dados do Transiting Exoplanet Survey Satellite (Tess), esse exoplaneta foi descoberto por uma equipe internacional de astrônomos liderados pela drª Jennifer Burt, pesquisadora de exoplanetas do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da Nasa, e pela profª Diana Dragomir, pesquisadora de exoplanetas da Universidade do Novo México, nos EUA. A descoberta foi inserida no Arquivo de Exoplanetas  da Nasa em 3 de junho de 2021.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago