Série convida espectador a se tornar agente de transformação sustentável

Em sete episódios, “Como Mudar o Mundo sem Sair de Casa?” mostra como decisões do dia a dia doméstico têm impacto em termos de sustentabilidade

A educadora ecológica Larissa Colombo em "Como Mudar o Mundo sem Sair de Casa?": sete episódios que fazem os espectadores pensar nas escolhas e ações assumidas no cotidiano em relação à sustentabilidade do planeta. Crédito: Tiago Azzi

O canal de TV por assinatura OFF está pondo no ar em seu YouTube às sextas-feiras, desde 19 de fevereiro, a série Como Mudar o Mundo sem Sair de Casa?, uma iniciativa que coloca em evidência o poder de escolha que cada um de nós tem para encaminhar um destino mais sustentável para nossa espécie e o planeta que a abriga.

O projeto, idealizado e conduzido pela educadora ecológica Larissa Colombo e pelo filmmaker Tiago Azzi, aborda em sete episódios temas como alimentação consciente, compostagem, reciclagem e técnicas “faça você mesmo”. A série busca estimular nos espectadores escolhas e ações no dia a dia doméstico em consonância com a sustentabilidade.

“Queremos que o espectador questione seus hábitos e de que forma suas ações se relacionam com o todo. Estamos propondo dicas práticas de como ter um dia a dia mais sustentável dentro de casa e entender os impactos destas escolhas. O que comer, comprar ou não uma roupa, consumir este ou aquele conteúdo. Que tipo de impacto isto está tendo no todo? É positivo ou negativo?”, observa Larissa.

Ela acrescenta: “Também tem outra questão que é provocar que as pessoas exerçam e pratiquem mais a coerência entre fala e ação. Às vezes parece utópico falar de ter uma vida realmente mais sustentável, muito longe de ser alcançado, como se fosse só para quem tem dinheiro. Vamos desmistificar isto no programa, de uma maneira simples e trazendo essa coerência entre fala e ação”, completa a apresentadora.”

Os episódios entram no ar às sextas-feiras, sempre às 20h.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança