Show de raios na atmosfera de Júpiter

No maior planeta do Sistema Solar, os raios conhecidos como sprites teriam tonalidade azul, diferentemente do vermelho observado na Terra

Concepção artística de sprite em Júpiter: o hidrogênio explica a tonalidade azul. Crédito: Nasa/JPL-Caltech/SwRI

Classe mais conhecida dos chamados eventos luminosos transientes, os raios denominados sprites são o objeto desta ilustração da Nasa que mostra como um sprite se pareceria na atmosfera de Júpiter.

Batizados com o nome de um personagem travesso e perspicaz do folclore inglês, os sprites duram apenas alguns milissegundos. Eles apresentam uma bolha central de luz com longos tentáculos que se estendem para baixo em direção ao solo e para cima.

LEIA TAMBÉM: Juno revela profusão de ciclones no polo norte de Júpiter

Na atmosfera superior da Terra, sua interação com o nitrogênio dá aos sprites uma tonalidade avermelhada. Em Júpiter, a predominância de hidrogênio na alta atmosfera provavelmente lhes daria uma tonalidade azul.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança