• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Anuncie
Assine
Revista Planeta
MenuMenu
FECHAR
  • Home
  • Astronomia
  • Arqueologia
  • Ciência
  • Viagem
  • Espiritualidade
  • Siga-nos:Facebook
Ciência25/04/2022

Som produzido por baleias jubarte é gravado pela primeira vez

Baleia jubarte: novo som descoberto. Crédito: Flickr/Wikimedia Commons

25/04/22 - 11h23min

Sons feitos por baleias jubarte – incluindo um anteriormente desconhecido – deram a pesquisadores um vislumbre das vidas desses cetáceos em alto-mar. O estudo a esse respeito foi publicado na revista JASA Express Letters.

Os cientistas gravaram sons em 2019 no Monte Submarino Vema, no Oceano Atlântico, centenas de quilômetros a oeste da África do Sul. Os sons capturados, semelhantes a um grunhido e um “tiro”, sugerem que esse local pode ser uma parada importante na migração das baleias para as áreas de alimentação polar.

Os sons das baleias são categorizados em chamadas contínuas de “canção” e chamadas “não-canção” mais curtas – e o estudo registrou 600 chamadas sem canção ao longo de 11 dias. Estas incluíam um “som impulsivo” – apelidado de “tiro” pelos pesquisadores – que nunca havia sido gravado antes.

Segundo a equipe de pesquisa – das universidades de Stellenbosch (África do Sul) e Exeter (Reino Unido) e do Greenpeace Research Laboratories –, seu estudo destaca a importância das negociações atuais sobre um tratado da ONU para governar o alto-mar.

Ecossistemas vulneráveis

“Há 50 anos, os governos se uniram para mudar o destino das baleias jubarte”, disse Kirsten Thompson, da Universidade de Exeter. “Agora eles têm a chance de garantir o progresso já feito e proteger os habitats em alto-mar dos quais as baleias dependem. (...) Embora áreas tão grandes de nossos oceanos permaneçam desprotegidas, esses ecossistemas são altamente vulneráveis. Uma rede coerente e conectada de Áreas Marinhas Protegidas (AMPs, ou MPAs, na sigla em inglês) em nossos oceanos é urgentemente necessária para garantir que montes submarinos como Vema sejam protegidos.”

O estudo usou hidrofones ancorados implantados durante a primavera do hemisfério sul de 2019.

A maioria dos chamados de baleias foi detectada durante três noites consecutivas, sendo os grunhidos baixos o som mais comum. Esses grunhidos são usados entre os pares mãe-filhote como uma chamada de contato que os ajuda a localizar um ao outro. As jubartes também “chiam” enquanto se alimentam.

A área ao redor do Monte Submarino Vema sofreu fortemente com a sobrepesca após sua descoberta em 1959. Agora ela está fechada para pesca e é reconhecida como um ecossistema marinho vulnerável devido à sua biodiversidade única.

Alto-mar repleto de vida

No entanto, não existem acordos internacionais juridicamente vinculativos para proteger a rede de montes submarinos em alto-mar, apesar de muitos serem hotspots de biodiversidade e importantes para espécies migratórias.

Na década de 1960, a população global de baleias jubarte era de cerca de 5 mil. O número agora se recuperou para mais de 135 mil indivíduos.

Will McCallum, chefe de oceanos do Greenpeace, disse que o tratado da ONU atualmente em negociação (chamado Biodiversidade Marinha de Áreas Além da Jurisdição Nacional, ou BBNJ na sigla em inglês) poderia fornecer uma estrutura para a criação de uma rede de AMPs em alto-mar.

“Era uma vez, o alto-mar era considerado estéril”, disse ele. “Pesquisas inovadoras como essa mostram que ele está repleto de vida – e, além disso, que a biodiversidade se move pelo oceano. É por isso que precisamos criar uma rede de AMPs cobrindo pelo menos 30% dos ecossistemas representativos.”

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua

África do Sul