Sonda indiana mostra imagens mais nítidas da Lua feitas até hoje

Imagens foram feitas a 100 quilômetros de altitude pela Orbiter High Resolution Camera (OHRC), da sonda Chandrayaan-2

A cratera Boguslawsky fotografada pela Sonda Chandrayaan-2 / Foto: Organização Indiana de Pesquisa Espacial

A Organização Indiana de Pesquisa Espacial (ISRO, na sigla em inglês), acaba de divulgar fotos da Lua, tiradas pelo orbitador da sonda Chandrayaan-2, que são as imagens mais nítidas do nosso satélite feitas até hoje de uma plataforma orbital lunar.

As imagens foram feitas no dia 5 de setembro pela Orbiter High Resolution Camera, que tem 25 centímetros de resolução, de uma altitude de 100 km.

Elas mostram detalhes da cratera Boguslawsky, que tem 14 km de diâmetro e 3 km de profundidade. A foto aponta pequenas crateras dentro da cratera maior.

LEIA TAMBÉM: Fracassa a tentativa de pouso da sonda Chandrayaan-2 na Lua

As imagens de alta resolução são cruciais para o objetivo da missão da Chandrayaan-2, que é mapear o polo Sul da Lua e, principalmente, seus depósitos de água congelada.

No início de setembro, a ISRO enviou um módulo de pouso à Lua a partir da sonda Chandrayaan-2, mas o pouco fracassou. A organização perdeu o contato com o módulo e ele se perdeu.

A cratera Boguslawsky fotografada pela Sonda Chandrayaan-2 / Foto: Organização Indiana de Pesquisa Espacial