Sonhador realizador

“Estamos conduzindo agora a mais perigosa experiência da história, que é ver com quanto dióxido de carbono a atmosfera pode lidar antes que haja uma catástrofe ambiental”

Bilionário sul-africano radicado nos Estados Unidos, Elon Musk, o fundador da SpaceX, é um nome cada vez mais influente quando se fala em mobilidade e energia renovável. Nascido em 1971, ele fez fortuna nos anos 1990 com o PayPal (sistema de pagamento de contas online), cuja venda lhe deu a base financeira para iniciativas arrojadas.

Uma delas é a Tesla Motors, montadora criada em 2003 para produzir veículos elétricos (ou seja, não poluentes) de preço acessível. Os primeiros carros, como o esportivo Roadster, ainda custavam bem caro, mas a Tesla aos poucos se aproxima da meta. O Model S, seu primeiro sedã, foi considerado o Carro do Ano de 2013 por uma revista especializada, e as primeiras entregas do Model 3, o primeiro veículo de produção em massa da empresa (preço estimado: US$ 42 mil), deverão ocorrer no fim de 2017.

Em agosto, Musk fortaleceu mais seus negócios no setor ao adquirir por US$ 2,6 bilhões o controle acionário da SolarCity Corp, empresa que ajudou seus primos a fundar, em 2006, e que fabrica, entre outros itens, painéis solares e carregadores de baterias como as usadas nos carros da Tesla. O bilionário calcula que a compra permitirá a criação de produtos que “aperfeiçoarão o modo como a energia é gerada, armazenada e consumida”.

COMPARTILHAR
blog comments powered by Disqus