Sonho hipersônico

O Escritório de Patentes dos EUA aprovou em julho, após quatro anos, uma patente de um avião hipersônico da Airbus, no qual três tipos diferentes de motores o ajudariam a subir quase verticalmente até 30 km de altura, mesmo usando pistas normais para decolar. O aparelho atingiria 5.500 km/h de velocidade e faria o trecho Paris–Tóquio em três horas, em vez das 12 atuais. Pelos desenhos, as asas do chamado “Ultra-Rapid Air Vehicle” lembram as do Concorde, o supersônico anglo-francês aposentado em 2003 pelos altos custos de operação, mas a Airbus não quer revivê-lo. Sua preocupação, divulgada em nota, é proteger a propriedade intelectual da nova tecnologia, mas a empresa não descarta aproveitá-la em aeronaves para viajantes de negócios e passageiros VIP, além de aparelhos militares.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago


COMPARTILHAR