Sonho hipersônico

O Escritório de Patentes dos EUA aprovou em julho, após quatro anos, uma patente de um avião hipersônico da Airbus, no qual três tipos diferentes de motores o ajudariam a subir quase verticalmente até 30 km de altura, mesmo usando pistas normais para decolar. O aparelho atingiria 5.500 km/h de velocidade e faria o trecho Paris–Tóquio em três horas, em vez das 12 atuais. Pelos desenhos, as asas do chamado “Ultra-Rapid Air Vehicle” lembram as do Concorde, o supersônico anglo-francês aposentado em 2003 pelos altos custos de operação, mas a Airbus não quer revivê-lo. Sua preocupação, divulgada em nota, é proteger a propriedade intelectual da nova tecnologia, mas a empresa não descarta aproveitá-la em aeronaves para viajantes de negócios e passageiros VIP, além de aparelhos militares.

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua

COMPARTILHAR