SpaceX quer lançar mais de 40 mil satélites para o espaço

Empresa de Elon Musk já havia pedido autorização para 12 mil novos satélites e agora entrou com solicitação para mais 30 mil

Satélite Starlink, da SpaceX / Foto: SpaceX/Divulgação

A SpaceX, empresa do visionário Elon Musk, pediu autorização para a União Internacional das Telecomunicações (ITU, na sigla em inglês) para o lançamento de 30 mil satélites Starlink ao espaço.

A empresa já tinha conseguido a aprovação para 12 mil satélites da Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos (FCC, na sigla em inglês).

Isso é cerca de 20 vezes o número de satélites funcionando hoje e quase cinco vezes o total de todas as espaçonaves já lançadas pela humanidade desde 1957.

Segundo reportagem do site SpaceNews, a FCC submeteu 20 pedidos à ITU em nome da SpaceX para 1.500 peças de satélites para serem lançados na órbita inferior da Terra. A Space X lançou seus primeiros 60 satélites Starlink em maio e planeja lançar mais centenas – ou até milhares – no próximo ano.

De acordo com o site Business Insider, Elon Musk disse que espera que os satélites Starlink possa levar acesso a internet veloz a regiões remotas e rurais da Terra.

Mas a questão é que, quanto mais satélites são lançados, maior a chance de acidentes. No início de setembro, um dos 60 satélites Starlink quase colidiu com uma nave europeia.

O pedido junto à ITU é o primeiro passo no lançamento de um sistema de satélites. Para os 30 mil novos satélites pedidos, a SpaceX terá de explicar mais detalhes sobre o planejamento deles quando pedir autorização à FCC para acessar o mercado americano para oferecer serviços de banda larga, como já fez com os 12 mil primeiros satélites pedidos.

Para os 30 mil satélites, a SpaceX disse que eles operariam na órbita baixa da Terra, em altitudes que variam entre 328 a 580 quilômetros.

COMPARTILHAR