Tatuzão pré-histórico

Divulgação

Um tatu gigante, com mais de dois metros de comprimento, um metro de altura, cerca de 220 kg e uma carapaça que lembra um orelhão telefônico, foi descoberto em uma caverna da Chapada Diamantina (BA) por pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). A espécie, denominada Pampatherium (“animal dos pampas”), viveu no fim do Pleistoceno, há cerca de 12 mil anos, e habitava o Nordeste, chegando até o interior da Bahia e de Minas Gerais.

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua

COMPARTILHAR