Tragédia de Mariana, balanço 2015-2017

Confira a seguir alguns dos números que a tragédia da Samarco gerou até agora, a dois anos do rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG). Quem apostou na inércia e no tradicional jogo de empurra infelizmente está se dando bem.

Dois anos se passaram depois do rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), que despejou quase 40 milhões de metros cúbicos de rejeitos de minérios em um vale do município, numa catástrofe que chegou à bacia do rio Doce e, por meio dela, ao Oceano Atlântico. O maior desastre ambiental do mundo ligado à mineração poderia servir de marco nas ações dos grandes responsáveis pelo incidente – a mineradora Samarco e suas controladoras, Vale e BHP Billiton – e das autoridades envolvidas para consertar ou amenizar o ocorrido. Mas quem apostou na inércia e no tradicional jogo de empurra infelizmente está se dando bem. Confira a seguir alguns dos números que a tragédia gerou até agora.

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua