Uma ilha-flor desabrocha no litoral da China

Acompanhando experiências prévias em Dubai, Doha e nos Emirados Árabes Unidos, a China está construindo uma ilha artificial para ocupação urbana na sua costa sul

A Ocean Flower Island (centro da foto), na costa sul da China, em imagem de satélite feita em 6 de maio deste ano: no mesmo modelo adotado no Golfo Pérsico. Crédito: Lauren Dauphin/Landsat/USGS

A moda realmente pegou, como mostra o site da Nasa Earth Observatory. Em 2001, Dubai iniciou a construção de três grandes ilhas artificiais no Golfo Pérsico em forma de palmeira. Poucos anos depois, Doha (capital do Catar) iniciou a dragagem para fazer um arquipélago de formato semelhante a um colar de pérolas. Na mesma época, os Emirados Árabes Unidos começaram a construir um arquipélago de 300 pequenas ilhas estrategicamente posicionadas para se parecer com um mapa da Terra.

Agora, outra ilha com um formato incomum está crescendo em águas costeiras rasas perto de Hainan, a província mais meridional da China. A Ocean Flower Island, construída na Baía de Yangpu, se estende por cerca de 8 quilômetros quadrados, o que a coloca entre as maiores ilhas artificiais do mundo.

O Operational Land Imager (OLI) no satélite Landsat 8 capturou a imagem em cores naturais da nova ilha (no alto) em 6 de maio de 2020, quando a construção estava terminando e a ilha se aproximava de sua inauguração, prevista para o final de 2020. Os primeiros sinais de construção da ilha principal tornaram-se visíveis para o Landsat em 2012. Em 2014, a principal ilha em forma de flor começou a tomar forma. Em 2020, ela já era flanqueada por duas ilhas conectadas em forma de folhas. Uma mistura de parques, torres residenciais, museus e outras infraestruturas surgiram no novo terreno.

LEIA TAMBÉM: Geografia retificada

A mesma região em 10 de agosto de 2014, quando a ilha principal do projeto já tomava sua forma. Crédito: Lauren Dauphin/Landsat/USGS
Polêmicas

Embora os planejadores esperem que o projeto atraia milhões de turistas e impulsione a economia de Hainan, os impactos ambientais do projeto têm provocado polêmica. Em 2018, o governo central da China suspendeu temporariamente construções na Ocean Flower Island – e em várias outras – devido a preocupações com danos a recifes de coral, ostras e ecossistemas marinhos. No mesmo ano, uma das agências reguladoras do país suspendeu temporariamente as aprovações de muitos projetos de recuperação de terras comerciais administrados por autoridades locais.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança