Urso polar é encontrado exausto a 700 km de casa

Ambientalistas acreditam que animal pode ter perdido o senso de direção enquanto estava flutuando em um bloco de gelo

Reprodução / The Guardian

Moradores de uma vila na península de Kamchatka, extremo leste da Rússia, levaram um susto ao verem um urso polar rondando pela cidade. Ele estava a centenas de quilômetros de seu habitat habitual.

Segundo o jornal britânico “The Guardian“, o animal estava aparentemente exausto. Acredita-se que ele tenha viajado de Chukotka até a vila de Tilichiki, em Kamchatka, cerca de 700 quilômetros ao sul.

Ambientalistas dizem que o urso poderia ter perdido o senso de direção enquanto estava flutuando em um bloco de gelo. “Devido à mudança climática, o Ártico está ficando mais quente, o ambiente de caça fica menor e menos conveniente”, disse Vladimir Chuprov, do Greenpeace, ao jornal. Segundo o ambientalista, o gelo está recuando e os ursos polares procuram novas maneiras de sobreviver. E a maneira mais fácil de sobreviver é chegar até os seres humanos.

Veja vídeo gravado por moradores locais:

Vídeos postados on-line mostraram o animal passando por moradores, sem agressão. Os residentes deram peixe ao animal.

As autoridades de Kamchatka estavam preparando um esforço de resgate ainda esta semana. Eles planejam usar um sedativo para colocar o urso para dormir e depois transportá-lo para Chukotka em um helicóptero.

Os ursos polares são altamente vulneráveis ​​ao aquecimento global. O encolhimento da camada de gelo do Ártico poderia privá-los cada vez mais de suas presas usuais, as focas.

COMPARTILHAR
blog comments powered by Disqus