Valongo preservado

Cais do Valongo: novo Patrimônio Mundial da Unesco (Foto: Divulgação)

O Cais do Valongo, sítio arqueológico situado na zona portuária do Rio de Janeiro, recebeu em julho o título de Patrimônio Mundial da Unesco. O reconhecimento, que busca estimular a preservação de bens culturais considerados relevantes para a humanidade, torna o local o 21º sítio brasileiro inscrito na Lista do Patrimônio Mundial. O Cais do Valongo foi o maior porto de entrada de negros escravizados na América Latina: por ele teriam passado entre 500 mil e 1 milhão de africanos. Erguido em 1811, ele passou por várias mudanças até ser aterrado em 1911. Foi revelado em 2011, durante escavações das obras do Porto Maravilha, e se tornou o maior vestígio material das raízes africanas nas Américas. O Rio de Janeiro fez do espaço um monumento preservado e aberto à visitação pública.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança

COMPARTILHAR