Veja como 25 chinchilas podem salvar uma montanha no Chile

Chinchilas foram vítimas de caça durante anos. Foto: Pixabay

A chinchila de cauda curta foi caçada até quase ficar extinta por conta da sua pele altamente valorizada durante anos. Agora, uma pequena colônia da espécie está valendo muito mais viva do que morta pois ela está em uma região onde existe ouro para extração que será desenvolvido pela empresa Gold Fields.

Em 2017, o CEO da empresa, Nick Holland, disse em uma conferência de mineração que as chinchilas eram um dos principais obstáculos para o projeto, mas que a empresa estava determinada a encontrar uma forma de proteger a colônia. 

A licença ambiental da Gold Fields para o projeto de mineração dependia de achar uma forma de mover os animais, que são protegidos pela lei chilena da região. O resultado é um tipo de mini Arca de Noé no alto das montas do norte do Chile.

Mas nem todo mundo acha que o projeto vai proteger os roedores. O seu sucesso ou fracasso vai ser um teste de como as empresas de mineração estão respondendo aos impactos em relação à conservação ambiental.

A operação da empresa, que começou em agosto, deve durar nove meses e busca capturar e mover 25 chinchilas do local da mina para uma área com habitat adequado a cerca de quatro quilômetros de distância. O destino está ligado a um projeto que pode gerar bilhões de dólares no futuro.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança

COMPARTILHAR