Verão de 2021 na Europa foi o mais quente já registrado

Temperatura entre junho e agosto no continente foi 1 grau Celsius acima da média

Verão europeu: o deste ano, por enquanto, é insuperável em termos de temperatura média. Crédito: Pxfuel

A Europa teve neste ano o verão mais quente já registrado, embora por pequena margem sobre as maiores temperaturas anteriores para o período entre junho e agosto, afirmaram cientistas da União Europeia (UE) nessa terça-feira (7).

O serviço Copernicus de Mudanças Climáticas da UE disse que a temperatura média do ar atmosférico, entre junho e agosto, foi próxima de 1 grau Celsius acima da média do período entre 1991 e 2020, tornando-a a mais quente em sua base de dados.

Os verões mais quentes anteriormente registrados, em 2010 e 2018, foram 0,1 grau Celsius menos quentes.

A temperatura do verão de 2021 marca o último registro de uma tendência de longo prazo de aquecimento global, enquanto as emissões de gases de efeito estufa alteram o clima do planeta.

Os registros do Copernicus são feitos desde 1950, mas são cruzados com outros bancos de dados que remetem até meados do século 19.

Em nota, o serviço informou que, globalmente, o mês de agosto de 2021 foi, ao lado de agosto de 2017, o terceiro mais quente já registrado – pouco mais de 0,3 grau Celsius mais quente que a média do período entre 1991 e 2020.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago