Novo estudo mostra que a Via Láctea não é plana

Pesquisa mostrou que nossa galáxia não é um "disco" achatado, mas tem bordas "torcidas" e arredondadas

Via Láctea
Via Láctea é mais "torcida" e arredondada do que se imaginava / Foto: Science

Um novo estudo produziu o mais completo mapa da Via Láctea feito até hoje e mostrou que ela não é um “disco” achatado, mas tem bordas “torcidas” e arredondadas.

É uma imagem diferente da que estamos acostumados a ver em livros didáticos e textos para o público leigo e nos mostra a Via Láctea de uma nova perspectiva.

Segundo Dorota Skowron, pesquisadora da Universidade de Varsóvia, na Polônia, e principal autora do estudo, é muito difícil medir as distâncias das estrelas nas regiões mais externas da Via Láctea, portanto ainda não compreendemos totalmente a estrutura interna na nossa galáxia.

Para produzir o mapa, os pesquisadores observaram as estrelas mais brilhante e pulsantes da galáxia, chamadas de Cefeidas. Elas são 10 mil vezes mais brilhantes do que o Sol, então são visíveis através da galáxia e de nuvens de gás e poeira.

Durante muitos anos, os astrônomos tiveram que se apoiar em medições feitas em outras galáxias para inferir o tamanho e formato da Via Láctea. Mas esses novos dados, juntamente com outros coletados pelo satélite europeu Gaia, estão ajudando os cientistas a visualizar melhor o nosso lugar entre as estrelas.

A pesquisadora também explicou que a deformação da Via Láctea pode ter acontecido por causa de interações passadas com galáxias satélites, gás intergaláctico ou matéria escura.

O estudo foi publicado na revista científica “Science“.