A Vida (feia) das profundezas

O exemplar da foto acima é um peixe-bolha (Psychrolutes marcidus) encontrado a 2.500 metros de profundidade, uma espécie rara de peixe

Peixe-bolha capturado na costa da Austrália: feiura exemplar (Foto: Divulgação)

Durante uma viagem da Organização de Pesquisa Científica e Industrial da Commonwealth (CSIRO, na sigla em inglês) realizada no início do ano no litoral da Nova Gales do Sul (Austrália), foram coletadas em um abismo profundo e frio mais de 100 espécies de peixes raramente vistas. O exemplar da foto acima, batida por Asher Flatt no Marine National Facility em Hobart (Tasmânia), é um peixe-bolha (Psychrolutes marcidus) encontrado a 2.500 metros de profundidade, cujas feições não ficam muito longe de um parente que se tornou emblema da feiura, Mr. Blobby (Psychrolutes microporos), achado no litoral da Nova Zelândia em 2015.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago