Volta ao mundo

A Gioconda original (à esquerda) rejuvenesceu na nova versão.

Giocondas gêmeas

A existência de uma segunda pintura da Mona Lisa – a Gioconda, de Leonardo da Vinci – foi confirmada pelo Museu do Prado, em Madri, em fevereiro. O quadro era conhecido desde o século 18, mas tido como uma reprodução tardia do original. Um trabalho de restauração revelou que seu fundo de cor negra na verdade recobria a reprodução de uma típica paisagem da Toscana, como a pintada por Da Vinci. Radiografias mostraram que a tela é irmã gêmea do original, provavelmente pintada por discípulos do mestre, sob supervisão de Da Vinci, no seu ateliê de Florença, entre 1503 e 1506. Os dois quadros serão, agora, expostos no Louvre. Há, entretanto, diferenças: a florentina Lisa Gherardini (Mona Lisa), aparentemente na meia-idade, parece mais moça na nova tela. O manto sobre o ombro esquerdo do quadro original surge como um véu transparente, e o decote aparece com mais nitidez. A descoberta reforça a tese de estudiosos, como o inglês Martin Kemp, de que assistentes de Da Vinci ajudaram na composição de telas importantes do mestre.

Módulo brasileiro na Antártida

Inaugurado em janeiro, o Criosfera 1, primeiro módulo brasileiro no interior da Antártida, já envia dados meteorológicos diários sobre o impacto no continente gelado da poluição gerada na América do Sul. Situado a 84ºS, o módulo de aço, com 6,3 m de comprimento, 2,6 m de largura e 2,5 m de altura, funciona 24 horas por dia com energia solar e eólica e abriga pesquisadores e técnicos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e das universidades Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Estadual do Rio de Janeiro (Uerj).

Viveiro urbano

Por que só os homens devem ocupar as estruturas erguidas nas cidades? O arquiteto holandês Koen Olthuis quer corrigir a distorção com o projeto Sea Tree, um edifício flutuante de cerca de 30 metros de altura e 8 metros, preso por cabos ao leito de um rio, lago ou mar, que abrigaria plantas, aves e animais aquáticos. Segundo o projetista, a Sea Tree aumentaria a fauna e a flora das metrópoles, ajudaria a limpar os cursos d’água poluídos e absorveria a água da chuva. Custo: cerca de US$ 9 milhões, mas Olthuis e sua equipe buscam barateá-lo.

Carros e enfarte

Em países emergentes e/ou pobres, ter automóvel ou televisor significa adquirir risco maior de desenvolver problemas cardíacos, segundo o estudo Interheart, publicado em janeiro no European Heart Journal. Em sociedades carentes, a prosperidade também pode significar mais estresse. Já a atividade física, seja no trabalho, seja no lazer, reduz os riscos de enfarte em todos os países. A pesquisa avaliou 20 mil pessoas em 262 localidades de 52 países dos cinco continentes. A América Latina foi representada por participantes da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Guatemala e México.

45

anos, e não 60, é a idade a partir da qual a memória e o raciocínio podem começar a falhar, segundo um estudo do Centro de Pesquisas em Epidemiologia e Saúde da População (França) e do University College de Londres. As pessoas cujas perdas são mais aceleradas têm probabilidade maior de desenvolver demência no fim da vida.

660

coffeeshops, estabelecimentos que permitem o consumo de maconha, existem na Holanda. Uma nova lei obriga-os a se tornarem clubes fechados com até 2 mil sócios, holandeses ou residentes no país, o que vai restringir o turismo voltado para essa prática. O número de coffeeshops já caiu 56% desde a última década.

Pirataria preservada

Entre as pressões de Hollywood e do Vale do Silício, o Congresso norte-americano decidiu, por enquanto, ficar em cima do muro. Após diversas manifestações de pesos-pesados da internet, como Google, Facebook e Wikipedia, duas propostas de leis antipirataria – o Ato de Proteção de Propriedade Intelectual (Pipa, na sigla em inglês) e o Ato de Interrupção da Pirataria Online (Sopa) – foram suspensas em busca de um acordo mais amplo sobre os textos. Mas os defensores da medida não desistiram. Eles esperam reapresentá-las e vê-las votadas até o fim do ano.

Enigma de Hawking

Entrevistado em janeiro pela revista New Scientist, por ocasião de seu 70º aniversário, o escritor britânico Stephen Hawking, considerado por muitos o maior físico contemporâneo, disse que o que mais ocupa sua mente durante o dia são as mulheres. “Elas são um completo mistério”, admitiu Hawking, que desde os 21 anos sofre de esclerose lateral amiotrófica. Na ocasião, o cientista disse que o Grande Colisor de Hádrons, em Genebra, poderá achar evidências que reforcem a Teoria-M, segundo a qual o universo teria 11 dimensões. Mas as mulheres são mais complicadas.

Vitória melancólica

Ao não prorrogar a tarifa de importação de etanol e os subsídios para produzir etanol de milho, no fim de 2011, o Congresso dos Estados Unidos liberou a entrada do etanol brasileiro no maior mercado do mundo. Há 30 anos, nosso produto era sobretaxado, inviabilizando sua expansão. A notícia surgiu num momento irônico: hoje, o Brasil compra etanol dos EUA para suprir seu mercado. Falta de investimento, baixa produtividade e quebra de safra derrubaram em 10% a produção de cana-de-açúcar em 2011 e 2012, ameaçando o programa de combustíveis renováveis. Mas em longo prazo a decisão dos EUA deve beneficiar o país, viabilizando o etanol como um combustível renovável global de baixa emissão de carbono.

Embutidos e câncer

A lista de danos causados pelo consumo habitual de carnes processadas aumentou: segundo pesquisa do Instituto Karolinska (Suécia), comer 50 gramas de embutidos por dia (o equivalente a uma linguiça ou a duas tiras de bacon) eleva em 19% o risco de desenvolver câncer no pâncreas. A ingestão em dobro duplica o perigo; se o total for 150 g, o risco é triplicado. O câncer no pâncreas é em geral diagnosticado tarde e mata 80% dos pacientes em até um ano.

Primos da Terra

A Nasa anunciou em janeiro que o telescópio espacial Kepler descobriu os três menores planetas extrassolares detectados até hoje (à direita). Eles orbitam a estrela KOI-961, uma anã vermelha com 1/6 do tamanho do Sol que está a 120 anosluz de distância. O diâmetro dos planetas equivale a 0,57 (quase o tamanho de Marte), 0,73 e 0,78 do terrestre. Já o planeta GJ 667Cc, anunciado em fevereiro, é uma nova super-Terra: situado a 22 anos-luz, tem massa 4,5 vezes maior que a do nosso planeta, e pode até ter água e abrigar vida.

Gelo escuro na Groenlândia

Não é só o degelo dos glaciares da Groenlândia que preocupa. O manto de gelo do continente, que antes refletia mais de 50% da luz solar, escureceu na última década, o que significa mais aquecimento e derretimento. O mapa ao lado, da Nasa, mostra a diferença entre a quantidade de luz solar refletida, no verão de 2011, e a média percentual refletida entre 2000 e 2006. Quase todo o manto se alterou, e algumas áreas refletem 20% menos luz do que há uma década. O escurecimento se deve a mudanças no formato e no tamanho dos cristais de gelo. Conforme as temperaturas sobem, os grãos de neve se aglomeram e refletem menos luz. Além disso, o aquecimento desgasta as bordas dos cristais, e partículas redondas absorvem mais luz do que as pontudas.

Lançamentos orbitais

O bilionário Paul Allen (cofundador da Microsoft com Bill Gates) e o engenheiro aeroespacial Burt Rutan estão se unindo a empresas aeroespaciais para criar um sistema de lançamentos orbitais. A empreitada, a cargo da nova companhia Stratolaunch Systems, envolve a criação de um enorme avião, o SS1, capaz de lançar, durante o voo, cargas e seres humanos em órbita. O primeiro teste do aparelho, capaz de revolucionar as viagens espaciais, deverá ocorrer depois de 2015.

11 %

foi a queda na área desmatada na Amazônia em 2011, segundo o Instituto Nacional de Pesquisa Espacial (Inpe). Dos 6.238 km2 desflorestados – a menor área desde 1988 -, o Pará deu a maior contribuição: 2.870 km2 (queda de 15% em relação a 2010). Mato Grosso (+20% de área desmatada ante 2010) e Rondônia (+100%) são outros focos de preocupação.

6

locais na Austrália Ocidental registram a presença de tranquilitita, mineral descoberto na Lua em 1969. De cor marrom-avermelhada, a tranquilitita (encontrada no Mar da Tranquilidade) aparece em rochas ígneas como a dolerita.

4,4%

das crianças e dos adolescentes brasileiros de 4 a 18 anos sofrem de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH). A pesquisa, coordenada pelo Instituto Glia, analisou 5.961 jovens de 18 Estados.

Células autistas

Um número além do normal de células no córtex pré-frontal, área cérebral ligada à comunicação e ao desenvolvimento emocional, pode explicar por que crianças autistas desenvolvem cérebros maiores, dizem os cientistas da Universidade da Califórnia, em San Diego. Para eles, o fenômeno começa no útero.Nos casos avaliados, o número de células no córtex préfrontal era 67% maior.

Imigração acelerada

Os problemas causados pelo fluxo migratório intenso de haitianos nas cidades de Tabatinga (AM, na divisa com o Peru e a Colômbia) e Brasileia (AC, na divisa com o Peru) levaram o governo brasileiro a intervir em janeiro. O país vai conceder 1.200 vistos por ano – 100 por mês – a imigrantes do Haiti, sem exigência de vínculo empregatício. Cada visto permite ao cidadão haitiano trazer a mulher, o marido ou companheiro, pai e mãe, além dos filhos menores de 24 anos, desde que sejam solteiros, estudantes e financeiramente dependentes. Os que entraram no Brasil antes da vigência das novas regras serão legalizados. Mas quem chegar sem visto depois poderá ser deportado. Desde 2010, pelo menos 4 mil haitianos entraram ilegalmente no Brasil. Este fluxo está aumentando.

ÍMÃ BRASILEIRO

Depois do terremoto de 2010, a migração haitiana descobriu a emergência econômica do Brasil.

Gene dorminhoco

A genética explica por que algumas pessoas precisam dormir mais do que outras. Uma pesquisa da revista Molecular Psychiatry, envolvendo 4 mil pessoas de sete países europeus, como Itália e Estônia, revelou que aquelas portadoras do gene ABCC9 (presente em 20% dos humanos) têm sono mais longo do que a média de oito horas. O gene também está presente na mosca-da-fruta. Um experimento que bloqueou sua atuação nesses insetos causou sensível redução do sono noturno.

Aeromoças diversificadas

A empresa aérea tailandesa PC Air, fundada em 2011, resolveu ousar em questões de diversidade cultural no país conhecido pela sua tolerância liberal: contratou quatro transexuais para trabalhar como comissárias de bordo. A empresa, agora, pretende recrutar mais 30. “É uma questão de direitos humanos”, disse o presidente, Peter Chan, ressaltando que os transgêneros da Tailândia sofrem mais dificuldades para conseguir bons empregos. A empresa, que anuncia dispor de pilotos transexuais, planeja também atrair pessoas portadoras de deficiência e funcionários acima de 60 anos para trabalhar em seus escritórios e aviões.

Pássaros envenenados

Os suicídios de gaivotas na Baía de Monterey (EUA) em 1961, que inspiraram o filme Os Pássaros, de Alfred Hitchcock (foto ao lado), foram enfim explicados. Para cientistas da Universidade Estadual de Louisiana, os voos camicases desses animais foram causados por envenenamento. A análise do estômago de gaivotas e tartarugas coletadas na época revelou altas quantidades de ácido domoico, uma neurotoxina que lesa o cérebro. Quase 80% do plâncton ingerido por anchovas e lulas da região (presas das gaivotas) continha o ácido. Pesticidas agrícolas e vazamento de fossas sépticas poderiam justificar o acúmulo da toxina.

Agricultura, a dona da água

Nos padrões atuais, a agricultura responde pelo consumo de 92% da água doce da Terra, o que torna a atividade pouco sustentável se não houver medidas para usá-la de modo mais eficiente. A advertência foi feita pelos holandeses Arjen Y. Hoekstra – o criador do conceito de “pegada hídrica” (a quantidade de água usada para o consumo direto e a fabricação de produtos) – e Mesfin Mekonnen, na edição de fevereiro da revista PNAS. O estudo mostra que, em média, uma pessoa gasta 4 mil litros de água por dia, incluindo a cota usada na produção de alimentos e bens de consumo. Esse número, é claro, varia muito de país para país: enquanto os norte-americanos usam em média mais que o dobro desse volume, chineses e indianos contentam-se com pouco mais de mil litros. O Brasil é o quarto maior consumidor do mundo (3.780 litros/dia), atrás dos EUA, da China e da Índia, e o quarto maior exportador de bens que consomem água. Detalhe: nosso país possui nada menos do que 12% da água de superfície do mundo, muito mais do que os primeiros da lista.

2,1

trilhões de dólares é quanto a Siemens calcula que a Alemanha terá de investir nos próximos 20 anos para suprir a ausência da energia nuclear, abandonada após o incidente de Fukushima (Japão), em 2010. Segundo Michael Suess, responsável pelo setor energético da empresa, consumidores de energia ou contribuintes pagarão essa despesa.

1

mil dólares (R$ 1.800) é o custo do sequenciamento completo do genoma cobrado pela empresa Ion Torrent. Atualmente, o serviço custa entre US$ 5 mil e US$ 10 mil. A redução foi possível graças ao novo sequenciador Ion Proton, que faz em um dia o que as outras máquinas fazem em oito.

160

bilhões de planetas, pelo menos, existem na Via Láctea, segundo cálculos de uma equipe internacional de pesquisadores divulgados em janeiro na revista Nature. A estimativa parte de um estudo recente que considera que estrelas orbitadas por planetas são a regra, não a exceção, e que em média há 1,6 planeta por sistema solar.

1.495

tartarugas-de-ramsay vivas foram achadas em duas malas num aeroporto regional da Indonésia antes de serem embarcadas para a capital, Jacarta. Ninguém foi preso. Milhares desses animais, oriundos da parte indonésia da Nova Guiné, são levados para o Exterior anualmente. A tartaruga-deramsay é protegida pelas leis do país.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago


COMPARTILHAR